FANDOM


Protagonista 

Jason Gideon
 

Jason Gideon' era um Perfilador Criminal, anteriormente o Agente Sênior do FBI, pertencia à Unidade de Análise Comportamental. No início da terceira Temporada, Gideon abandona a equipe por motivos pessoais e psicológicos, sua posição agora é realizada por David Rossi, que tem mantido a mesma até hoje. Na Décima Temporada, Jason Gideon foi assassinado por Donnie Mallick.


 Inicio Editar

Gideon era o protegido de Max Ryan, que lhe ensinou tudo o que sabia sobre perfis, mas ele não escapou ao trote de ser um novo recruta. Um dos primeiros casos de Gideon era um caso bombardeiro, que foi supervisionado por Max. Como uma brincadeira para o novo membro, Max e os outros investigadores envolvidos plantaram uma lista de paradeiro do diretor do FBI, durante as 48 horas seguintes de carro do suicida para Gideon de encontrar. Quando o encontrou, antes de Max pudesse detê-lo, Gideon correu 25 lances de escadas e interrompeu uma reunião entre o diretor e os EUA procurador-geral em uma tentativa de salvá-lo.



Ao investigar o caso de Adrian Bale, também conhecido como "O Bombardeiro de Boston", Gideon sofreu um colapso nervoso depois que ele enviou seis homens até um armazém, Gideon não revistou Bale, que detonou uma bomba no interior do lugar, matando assim todos os seis agentes, além de um refém. Gideon foi muito criticado sobre o evento. Ele tirou uma licença médica de seis meses porque ele estava sofrendo de TEPT (transtorno de estresse pós-traumático). Após seu retorno da licença médica, foi dada a posição Agente Sênior, como Aaron Hotchner foi confirmado como Chefe da Unidade. Não se sabe muito sobre sua vida pessoal, exceto que ele tem um filho chamado Stephen Gideon, com quem ele foi afastado por causa de seu compromisso com o seu trabalho.



Primeira Temporada Editar

No primeiro episódio da série, "Extreme Aggressor", Gideon foi chamado de volta para trabalhar para ajudar no perfil de um assassino, chamado de " O Estrangulador de Seattle" pelos meios de comunicação, que rapta mulheres e as prende antes de estrangulá-las e despejá-las. Depois de Gideon reunir um perfil, eles acreditam que o suspeito é Richard Slessman, um estuprador em série condenado. Quando eles pegam Slessman, as peças se encaixam e eles concluem Slessman é o "cérebro" de uma dupla. A equipe finalmente descobre que Timothy Vogel, um guarda da prisão que protegia Slessman enquanto ele estava na prisão, é o autor real dos crimes. Gideon consegue salvar a vida de Heather Woodland, irritando Vogel ao ponto dele se esquece da vítima e tentar matar Gideon.



Gideon123

Gideon atordoado ao descobrir quem é o Matador da Trilha

Depois de resolver o caso do Estrangulador de Seattle, Gideon é visto em um posto de gasolina antiquado em Dumfries, Virginia. Enquanto no interior, Gideon percebe que o caixa do posto se encaixa no seu perfil do Matador da Trilha, um serial killer que ele estava investigando antes de ser chamado para o caso do estrangulador, eu perfil dizia que "ele era um homem branco em seus vinte anos, de possuia um caminhão de fabricação americana, trabalha em um emprego humilde e falou com uma gagueira grave." O homem percebe a arma de Gideon e ameaça-o com uma espingarda, insistindo que ele o diga quem ele é. Quando Gideon revela que ele é um agente do FBI, o atirador fica ainda mais agitado. Gideon, então, diz ao homem que ele pode lhe dizer a única coisa que ninguém jamais foi capaz de dizer-lhe: por que ele gagueja. No entanto, Gideon não sabe de fato a resposta, mas estava apenas tentando provocar uma gagueira, a fim de distrair o assassino. O assassino força Gideon a ir por um corredor e em uma pequena sala cheia de fotos de suas muitas vítimas, numero de mortes maior do que os investigadores tinham encontrado. Gideon intencionalmente humilha e insulta o assassino, cada vez agitando-o e fazendo sua gagueira piorar. Ele tira os olhos de Gideon apenas o tempo suficiente para ele pegar a arma e subjugar o assassino.

(Terminaremos a pagina de Jason Gideon em breve)